UniEVANGÉLICA

 

Curso de Direito entrega doações a instituições carentes

10.01.2016

Levar um pouco de conforto a pessoas menores de 18 anos que sofrem com o desenvolvimento de algum tipo de câncer. Com este objetivo, o Núcleo Esperança, criado em Anápolis há 14 anos, é uma instituição já reconhecida pelo seu trabalho junto à comunidade.

O Núcleo recebe o apoio de diversas instituições do município, sejam públicas ou privadas. E para fortalecer a ajuda a esta organização tão importante para a cidade e até para o país, o Curso de Direito da UniEVANGÉLICA fez sua parte.

Durante a realização da XXI Jornada Jurídica do curso, realizada em novembro, mais de 120 litros de óleo foram arrecadados. A na última semana, o coordenador, Prof. Marcelo Henrique dos Santos, entregou as doações a um dos diretores do Núcleo, Valdir Barreto.

“Esse Núcleo nasceu porque nós vimos muito sofrimento no hospital”, declarou o diretor, ao relembrar a história do Núcleo Esperança. A instituição foi criada após a neta de Valdir, filha de seu filho Valber Barreto, ter desenvolvido câncer e falecido no final da década de 1990.

Mais de 1000 crianças com câncer já foram beneficiadas. Hoje, 36 pessoas com menos de 18 anos são assistidas. O projeto inclui apoio às famílias, que recebem moradia, roupas, alimentação, direcionamento à rede de saúde e ajuda emocional e psicológica.

No mesmo dia em que os mais de os mais de 120 litros de óleo foram entregues ao Núcleo Esperança, uma equipe do Curso de Direito levou doações de cestas básicas a uma cooperativa do município e a diversas famílias que vivem nas proximidades do Aterro Sanitário local.

Também foram doadas cestas básicas aos moradores da Casa Amparo, que apoia portadores de câncer e suas famílias que vêm de outros municípios para tratamento no HCG, em seu núcleo no município de Anápolis. Participaram destas atividades os professores Marcelo Henrique, Daniel Gonçalves e Mariana Rezende Maranhão da Costa.

“Há muito a ser feito, mas não adianta nós falarmos apenas que há muito a ser feito se você não fizer alguma coisa”, destaca o Prof. Marcelo Henrique dos Santos. “Nós sempre podemos abençoar alguém”, continua.

Ele detecta que apoiar quem sofre necessidade é um ato que deve permear toda a rotina institucional da UniEVANGÉLICA. “Queremos começar o ano sensibilizando toda a nossa instituição”, evidencia.

   
   
 

 



UniEVANGÉLICA - Todos os direitos reservados
Como chegar na UniEVANGÉLICA